NOTÍCIA: Brasileiro agride comissária e voo faz pouso não programado

Brasileiro agride comissária, e voo que ia de São Paulo a Nova York faz pouso não programado; veja imagens


Aeronave, que ia do aeroporto de Guarulhos para o JFK, nos Estados Unidos, parou em San Juan, Porto Rico. O passageiro foi retirado do avião e ainda não se sabe o que ocasionou a agressão.



| Brasileiro agride comissária e é retirado algemado de voo

Um voo da companhia Delta Air Lines que ia de São Paulo para Nova York teve que fazer um pouso não programado depois que um passageiro brasileiro agrediu uma comissária e outro passageiro a bordo do avião nesta terça-feira (12).

Segundo a companhia, a briga começou no meio da madrugada, pouco depois de o voo 472 decolar do aeroporto de Guarulhos. Um brasileiro que estava no avião, segundo outros passageiros, começou a agressão. Ele foi imobilizado e, pelos alto-falantes, o comandante do voo anunciou que faria um pouso não programado por causa do ocorrido.

Ainda não se sabe o que motivou a agressão. Quando o avião pousou, havia manchas de sangue dentro da aeronave, segundo relatos de passageiros.

Segundo a companhia informou em nota, por causa da briga, a aeronave teve que fazer um pouso não programado em San Juan, no Porto Rico. Lá, o passageiro foi retirado e levado por policiais, e o voo então continuou para o destino final, nos Estados Unidos.

"A Delta tem tolerância zero para comportamentos inadequados em nossos aeroportos e aeronaves, já que nada é mais importante que a segurança de nossos clientes e pessoal", frisou a companhia, em nota.

A companhia, o Itamaraty e o aeroporto de San Juan ainda não deram informações sobre o paradeiro do brasileiro, que ficou detido no Porto Rico.

Parceiro / Anunciante