menu

27 de outubro de 2021

BRUMADINHO - MG | UaiSôMochilando Blog



O município de Brumadinho guarda uma das maiores preciosidades cultural e natural do país: o Instituto Inhotim, uma belíssima combinação de museu de arte contemporânea com jardim botânico, instalado em uma antiga fazenda que reúne cerca de 500 obras de mais de 100 artistas e foi cenário de um desastre terrível.


A pequenina cidade de pouco mais de 34 mil habitantes também tem outros encantos. Entre eles está o Parque do Rola Moça, repleto de mirantes e trilhas para caminhadas. E a natureza também marca presença no distrito de Casa Branca, com cachoeiras e áreas para a prática de atividades como arvorismo, cavalgadas e mountain-bike.

Principais atrativos de Brumadinho

O principal diferencial do Museu de Arte Contemporânea – Inhotim diz respeito à natureza exuberante que o cerca. Trata-se do maior do gênero do mundo, cercado por um imenso jardim botânico. 
A interatividade entre as obras-primas e o público também não fica atrás. 

Quem chega ao museu a céu aberto logo se deslumbra com a grandiosidade do museu e das obras. 
Ao todo são 22 galerias, quatro delas para exposições temporárias.


Quanto aos demais atrativos naturais, para o turista que gosta de aventura, destaca-se o Parque Estadual da Serra do Rola Moça, que oferece esportes como balonismo e voo livre. 
O Verde Folhas oferece espaço para a prática de arvorismo. Além de relaxar observando paisagens exuberantes, o visitante pode se refrescar em cachoeiras como as da Ostra, de Águas Claras, do Areião, da Usina de Piedade e do Paraopeba.

A parte triste sobre Brumadinho foi o desastre do rompimento da barragem da Vale no córrego do Fundão.
O rompimento de barragem em Brumadinho em 25 de janeiro de 2019 foi o maior acidente de trabalho no Brasil em perda de vidas humanas e o segundo maior desastre industrial do século. 

Foi um dos maiores desastres ambientais da mineração do país, depois do rompimento de barragem em Mariana.
Em Brumadinho, os problemas se repetem e a população ainda vive o luto pelas 270 vidas perdidas no dia 25 de janeiro de 2019. As buscas do Corpo de Bombeiros pelas 11 vítimas que seguem desaparecidas continuam no entorno da barragem. 


-------------------------
Fonte: Juliana Lopes
Insta: @julopesusm
-------------------------