menu

Anuncie aqui.

10 de maio de 2017

CONHECENDO UM POUCO DA LAGOA DA PAMPULHA

Por: Junior de Carvalho




Fala galera mochileira, hoje decidimos dar um rolê em um dos cartões postais  mais importante da cidade de Belo Horizonte, a Lagoa da Pampulha.


Primeiro os detalhes históricos da Lagoa da Pampulha: A lagoa artificial foi construída em 1938, quando era o então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitscheck, com o objetivo de abastecer a região Norte da cidade e amenizar os efeitos da chuva. Hoje, é uma das principais atrações turísticas da cidade. Além disso como segundo objetivo, traçou como metas transformar a região em ponto turístico como é hoje, mas visando a boemia, com o projeto de um Cassino e da Casa de Baile.


Casa do Baile

Inaugurada em 1943, funcionou como casa de baile até 1948. A construção chama atenção por seu desenho de linhas sinuosas, características de Niemeyer. Passou por uma reforma e, desde 2002, desenvolve exposições, divulga e produz publicações, mostras, seminários, encontros e eventos relacionados às áreas de urbanismo, arquitetura e design.

A Arquitetura de Oscar Niemeyer fez deste ponto turístico de BH um lugar admirável e notório, com certeza ponto que não pode deixar de ser visitado.

Fotos dos Painéis expostos no local:




Mineirão


O estádio Governador Magalhães Pinto, mais conhecido como Mineirão, é o segundo maior estádio coberto do mundo. Foi Inaugurado em 1965 e tem capacidade para 130 mil pessoas.

Sim, minha gente, foi aqui que a nossa seleção  perdeu parar a Alemanha na Copa de 2014 naquele chocolate famoso de 7 a 1 na semi- finais. pois é, mas é  aqui que Atlético Mineiro e Cruzeiro se enfrentam pelo clássico mais emocionante do Brasil, o clássico de Minas, uai...




Igreja da Pampulha






A Igreja São Francisco de Assis, mais conhecida como Igreja da Pampulha, denuncia a ousadia de Oscar Niemeyer e é um marco da arquitetura moderna brasileira, bem como os ladrilhos pintados por Portinari, que deixam o exterior da igreja com uma aparência muito linda. 

No interior, há 14 painéis que retratam a Via Sacra, obra-prima de Portinari. Na parte externa, destacam-se os jardins elaborados por Burle Marx.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Que bom Mirian, continue conosco..., nos ajude divulgando, deixe aqui sua sugestão e critica para que este blog continue crescendo e trazendo mais e mais dicas pra vocês...

      Excluir