menu

7 de março de 2018

MARIANA MG

Por: Junior de Carvalho.



Março, chuvas e mochilões... "será que vai dar certo?" "Será que vai combinar chuva e mochilões?" Com essa dúvida começamos o mochilão de março, #kaindonaestrada, e com um detalhe: "sem grana". 



Nosso objetivo sempre foi falar de dicas para gastar pouco, mas não queríamos pagar de mendigos e sair pedindo dinheiro nas ruas, porém com o inicio do anos, as contas e impostos, ficar "zerado" não foi uma opção, mas ainda assim surgiu uma luz no fim do túnel, que não era uma "Maria Fumaça".

Destino: Mariana MG.



Roteiro definido, seguimos pela BR 040 e na Serra da Moeda entramos na BR 356, utilizando uma estrada e sem contratempos.

Como fizemos em nosso #kaindonaestrada em
novamente levamos anotadas apenas referencias de hotéis, mas com uma preocupação: BAIXO ORÇAMENTO!


Cansados da estrada, fomos para um hotel 
que nos foi recomendado. 
Falaremos a respeito do hotel no final do post.

Praça Minas Gerais


A Praça Minas Gerais em Mariana é um dos mais belos exemplos do urbanismo barroco no Brasil.

Ela se localiza em um plano elevado em relação às praças Gomes Feire e Cláudio Manoel onde se localiza a Catedral da Sé. 

Esta situação permite que se aviste as torres dos campanários de suas duas Igrejas de qualquer ponto do centro histórico e ao mesmo tempo se obtém um efeito de surpresa ao ingressar em um espaço amplo, cuja escala não se advinha até poucos metros antes do lugar. 

As igrejas de São Francisco e Nossa Senhora do Carmo, que foram construídas quase que simultaneamente, na segunda metade do século XVIII, estão muito próximas e implantadas perpendicularmente, isso cria um cenário urbano exuberante, especialmente para quem vem da cidade baixa pela ladeira da rua Dom Silvério. 

Em frente à igreja de São Francisco está o Pelourinho e, do outro lado da rua, a Casa de Câmara e Cadeia, concluída em 1798, símbolos maiores do poder civil da cidade. Vale lembrar que Mariana foi a primeira vila, cidade e, em 1745, primeira capital da província de Minas Gerais.




Pelourinho de Mariana


Logo a frente da Praça Minas Gerais, encontramos o Pelourinho, neste lugar os escravos eram açoitados e maltratados. Por outro lado trás a consciência de que "graças a Deus" o tempo de horror passou e agora é símbolo de que tudo isso acabou.

O Espaço é bonito, e encanta a qualquer visitante, mas é possível sentir a carga histórica que o lugar possui. Saber o que acontecia no passado é importante para que possamos ver o quanto a humanidade evoluiu e que pode ir além, embora podemos ver as coisas que nos fizeram andar para trás. 


Estação de Trem




Visitamos o Museu Estação Ferroviário em Mariana. Como todo museu é muito bacana; com faixada que lembra lugar bem antigo. De lá você pode partir de trem para Ouro Preto ou chegar de lá por via ferroviária.

Em resumo é um lugar lindo que trás nostalgia, mas que agrada.

Em 2015, a estação completou 100 anos de História, há muito vagões, maquinas fixas e o lugar mantém um aspecto de museu mesmo; vale a pena conferir.

Hotel Brasil Real


O Hotel Brasil Real, com a diária de R$ 175,00 o casal com café da manhã.

A hospedagem é muito boa, quartos confortáveis, boa localização, muito bom café da manhã e tem uma particularidade que só vi nesse hotel, um café da tarde, às 17 h é servido um café, torradas, quitandas e um bolo maravilhoso, só em Minas Gerais mesmo.


Foram duas noites, o tempo suficiente para visitar os pontos turísticos mencionados neste post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado Pelo Seu Comentário!