menu

Anuncie aqui.

6 de fevereiro de 2016

O PRIMEIRO AIRBUS A350 DAS AMÉRICAS

Primeiro Airbus A350XWB da TAM chega ao Brasil




O primeiro A350 das Américas, adquirido pela Tam Linhas Aéreas, aterrissou no Brasil hoje de manhã (18). A aeronave partiu ontem (17) da sede da Airbus em Toulouse (França) e seguiu diretamente para o Brasil, pousando no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (Confins) para ser nacionalizada. A previsão é que o avião chegue no aeroporto de São Paulo/Guarulhos (SP) em 19 de dezembro.



O jato, prefixo PR-XTA, vai realizar seu primeiro voo comercial em janeiro de 2016, partindo de São Paulo em direção a Manaus (AM), informou a companhia. A rota inaugural servirá para que as diferentes áreas da empresa, principalmente as operacionais, se familiarizem com o novo aparelho, que pertence à última geração de aeronaves de longo alcance.

O início da programação internacional do A350 da Tam está programado para março do próximo ano. O modelo vai voar na rota São Paulo – Miami (Estados Unidos) e, a partir de abril, na rota SP – Madri (Espanha) e, no segundo semestre, entre SP e Orlando (EUA).

“Queremos oferecer cada vez mais conforto aos nossos passageiros, com aeronaves com a mais moderna tecnologia disponível na aviação, que são mais eficientes e com menor impacto ambiental”, afirma Claudia Sender, presidente da TAM S.A.

Frota de longo alcance

O Airbus A350 prefixo PR-XTA é o primeiro de uma longa encomenda realizada pela Latam Airlines, grupo que reúne a Tam e a empresa chilena Lan Airlines. Ao todo, as empresas vão receber 27 modelos A350, nas versões A350-900 (como a primeira que chegou ao Brasil) e o A350-1000, que ainda está em desenvolvimento e deve entrar em operação até 2017.

“O A350 XWB chega à nossa frota com a missão de ser um dos principais aviões a operar voos de longo curso, para os Estados Unidos e para a Europa. A combinação da sua fuselagem mais ampla, seus avançados materiais compostos e sua cabine diferenciada proporcionam uma experiência de viagem ainda mais agradável e uma operação mais eficiente”, revela José Zaidan Maluf, vice-presidente de Frota e Motores da Latam.

Considerado um dos jatos comerciais mais modernos, o A350 tem consumo de combustível e custos operacionais até 25% mais baixos que modelos da geração anterior. Como explica a Airbus, mais de 70% da aeronave é construída com materiais compostos, como fibra de carbono, além de metais leves, tais como titânio e alumínio especial. Esse tipo de construção reduz o peso do avião e também aumenta sua resistência a corrosão.

O A350 da Tam está configurado com 348 assentos, dos quais 318 na Classe Econômica e 30 na Premium Business. E a viagem também promete ser diferente: com a cabine construída com materiais compostos, mais resistentes a corrosão, a mistura do ar condicionado pode ser mais úmida, reduzindo os efeitos causados pelo “ar seco” em longos voos. De acordo com a Tam, o A350 ainda possui um novo conceito de iluminação que ajuda a diminuir o “jet lag”.

Outras novidades a bordo do novo avião da Tam são as janelas panorâmicas e os compartimentos de bagagens de mão maiores.





Segundo dados da Airbus, o A350-900 pode alcançar a velocidade máxima de 945 km/h e tem autonomia de 15.000 km com peso máximo de 275 toneladas.


Fonte: Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário